Fábio Novo reivindica que PT presida comissões por estar fora da Mesa Diretora

Para o deputado, o partido teria ficado desprestigiado e sem representatividade após a derrota na eleição para Presidência da Casa.

O deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa do Estado, Fábio Novo (PT), reivindica que o PT tenha atribuições significativas na Casa. Após a derrota que o parlamentar sofreu na eleição da Mesa Diretora da Alepi, os deputados petistas teriam ficado desprestigiados e sem representatividade, o que o parlamentar considera “injusto”. O objetivo do PT agora é conseguir a presidência de comissões técnicas mais importantes, como a Comissão de Constituição de Justiça.

“O partido não tem nenhum assento na Mesa, não tem estruturas na Casa e a pergunta que devemos fazer é: vai ficar sem nada na casa?”, questiona Fábio Novo. O deputado estadual declarou, ainda, que a bancada petista não é uma “bancada zé ninguém”, e que vai procurar dialogar com outros partidos para que haja um entendimento na formação das comissões técnicas da Alepi.

“Estamos defendendo o bom senso e querendo que o bom senso coloque à disposição algo para o PT. A prioridade é que a gente tenha respeito e composição”, disse Novo. Visando fortalecimento da base aliada, o PT formou bloco partidário com o PTB para a disputa das comissões. O bloco PT/PTB é formado pelos deputados petistas Fábio Novo, Flora Izabel e Francisco Limma e pelos petebistas Fernando Monteiro, Hélio Isaias, Janaína Marques, Liziê Coelho e Nerinho.

Fonte: Izabella Pimentel - Redação Jornal O Dia