Arcebispo lança Campanha da Fraternidade para os servidores

O governador Wellington Dias esteve na manhã de ontem (31) no auditório da Secretaria de Administração (Sead), acompanhado da vice-governadora Margareth Coelho, do arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito, do coordenador da Campanha da Fraternidade 2015, padre Leonildo Campelo, e do secretário de Administração, Franzé.

O objetivo do encontro foi apresentar aos servidores do Estado, representados pelos funcionários da Sead, o tema da Campanha da Fraternidade deste ano, cujo tema é Fraternidade: igreja e sociedade, com o lema: Eu vim para servir.

O secretário Franzé iniciou seu discurso ressaltando a importância de reunir os servidores independente de sua crença ou orientação religiosa, frisando que a Campanha da Fraternidade, como já diz o próprio nome, tem a intenção de unir os irmãos por uma causa única, que é ajudar o próximo.
Dom Jacinto Furtado, em sua fala, explicou que a Campanha da Fraternidade buscará recordar a vocação e a missão de todo cristão e de todas as comunidades de fé, a partir do diálogo e da colaboração entre igreja e sociedade, propostos pelo Concílio Ecumênico Vaticano II.

O arcebispo ainda acrescentou que o texto base utilizado para auxiliar nas atividades da Campanha da Fraternidade 2015 já está disponível nas Edições CNBB. O documento reflete a dimensão da vida em sociedade que se baseia na convivência coletiva, com leis e normas de condutas, organizada por critérios e, principalmente, com entidades que "cuidam do bem-estar daqueles que convivem".

O governador Wellington Dias corroborou com o discurso feito pelo arcebispo e pela vice-governadora sobre o lema da campanha. "assim como diz o lema, nós enquanto servidores públicos trabalhamos para servir ao povo. Eu enquanto governador sou servidor da população, meu patrão é o povo" pontua.

CAMPANHA - A 52ª edição da Campanha da Fraternidade foi oficialmente lançada no dia 21 de março pela arquidiocese de Teresina em um ato no parque potycabana, zona leste da capital e contou com a presença de dezenas de fiéis da Igreja católica além de autoridades políticas.

Nesta edição o tema é "Fraternidade: Igreja e Sociedade" e o lema "Eu vim para servir" tem como objetivo despertar a solidariedade das pessoas para os problemas da sociedade brasileira. 

"Jesus disse: vocês são o sal da terra, a luz do mundo. Quando a Igreja convoca um tema como esse é para dizer que nós temos responsabilidade, nós temos um papel", declarou o arcebispo, afirmando ser preciso marcar presença onde os valores precisam ser mais cultivados.

Fonter: Redação Diário do Povo