Prefeitura e Governo do Estado estudam parceria na área cultural

A ideia é desenvolver ações nos Centros de Artes e Esportes Unificados

A Prefeitura de Teresina e o Governo do Estado do Piauí estudam formatação de parceria para fomento e promoção da cultura em Teresina. Foi realizada hoje (27) reunião para iniciar a conversa nesse sentido, com participação de representantes da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN) e da Fundação Cultural do Piauí (FUNDAC).

“Essa foi a primeira conversa. O passo agora é envolver outros órgãos da administração municipal e tentar formatar uma proposta de atividades para submeter ao Comitê Gestor de cada Centro de Artes e Esportes Unificados (CEUs). A grande experiência dos CEUs é justamente a gestão compartilhada com a comunidade. 

É o Comitê Gestor quem define a programação e escolhe as atividades que melhor contemplam a sua região. A FUNDAC demonstrou interesse em formar parceria com a Prefeitura de Teresina. "Nosso propósito é identificar um conjunto de ações a serem propostas ao Comitê Gestor para, então, darmos início a essa parceria”, explicou Washington Bonfim, secretário municipal de Planejamento e Coordenação.

De acordo com o presidente em exercício da FUNDAC, Halysson Carvalho, o Ministério da Cultura orientou para a importância de agir em conjunto com a Prefeitura de Teresina, em espaços municipais de convívio comunitário, de forma a ampliar as opções culturais da população.

“Nossa intenção é propor parceria para realização de atividades culturais, principalmente nos Centros de Artes e Esportes Unificados (CEUs). Teresina não apenas concluiu a construção dos CEUS, mas os colocou em funcionamento, beneficiando comunidades das zonas Norte e Sul. Outras cidades do Piauí ainda não avançaram na conclusão das obras físicas. A FUNDAC tem um corpo de profissionais voltados para a arte e nosso desejo é disponibilizar atividades em Teresina. Vamos avançar nessa discussão e apresentar uma lista de sugestões de atividades ao Comitê Gestor de cada CEU. Esperamos que essa parceria seja plenamente aprovada pelas comunidades para que possamos dar início aos trabalhos”, declarou Halysson Carvalho.

Fonte: ASCOM - PMT