Obras concluídas pela Prefeitura na zona Sudeste somam R$ 4,3 milhões em investimentos

Até o fim do ano o valor aplicado deve triplicar com a pavimentação de ruas, construção de praças e quadras poliesportivas, dentre outras coisas.

As obras concluídas pela Prefeitura de Teresina na zona Sudeste em 2015 já somam R$ 4,3 milhões em investimentos. Até o fim do ano o valor aplicado deve triplicar com a pavimentação de ruas, construção de praças, quadras poliesportivas, centros comunitários e galerias, reformas de mercados, escolas e do Teatro João Paulo II.

Entre as obras finalizadas estão as reformas da Associação das Costureiras de Teresina (Acoste) e do Parque Ambiental Caneleiro, a pavimentação de ruas nos bairros São Sebastião, Tancredo Neves, Parque Poti, Bom Princípio e Verde CAP, além da construção do passeio no entorno do Complexo Esportivo do Residencial Todos os Santos e das quadras poliesportivas do Parque Bom Futuro e do Alto da Ressurreição e das praças do Parque Firmino Filho e do Loteamento Tabocas, todas sob responsabilidade da SDU Sudeste.

Outras pastas também investiram na zona Sudeste. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), por exemplo, aplicou quase R$ 1,3 milhão no asfaltamento das avenidas Mirtes Melão, Alto Paraguai e Jornalista Lívio Lopes.

Em breve a SDU Sudeste prepara a conclusão de mais obras. Entre elas, está o complexo com quadra poliesportiva e praça no Recanto dos Pássaros, os centros comunitários do Alto da Ressurreição e dos residenciais Dom Helder Câmara e São Paulo, além das reformas do Mercado do Dirceu I e da Praça do Renascença I. Em ambas, as obras estão bastante avançadas. Somente no mercado, a Prefeitura de Teresina está investindo R$ 1,3 milhão.

No segundo semestre novas obras serão iniciadas na região. Uma delas é a reforma do Teatro João Paulo II, orçada em quase R$ 310 mil. Outra é a reforma do Mercado do Alto da Ressurreição, que será feita com investimentos de R$ 625 mil. No cronograma de obras da SDU Sudeste, destaque também para a construção de galerias no Recanto dos Pássaros e nas vilas Bom Jesus e Andaraí. As três, juntas, custarão cerca de R$ 300 mil.

Ao todo, o investimento em obras no segundo semestre com recursos próprios da Prefeitura de Teresina e do Orçamento Popular deve chegar a mais R$ 8,2 milhões.

Mais investimentos

O levantamento acima não leva em consideração as obras tocadas em convênio com a Caixa Econômica Federal, entre as quais destaca-se a Ponte Anselmo Dias, que ligará as avenidas Gil Martins, na zona Sul, e José Francisco de Almeida Neto, na zona Sudeste. Na sua construção estão sendo investidos R$ 66 milhões com recursos do PAC Mobilidade Urbana Grandes Cidades e contrapartida da Prefeitura de Teresina. A previsão de entrega é no início de 2016.

Fonte: Assessoria de Imprensa PMT