Teresina terá mais de 6 mil novas vagas de educação infantil em 2016

Rede municipal de educação deverá contar com 17 novas escolas do ensino infantil

No próximo ano, a rede municipal de educação deverá contar com 17 novas escolas do ensino infantil. As construções serão financiadas através de convênio com o Ministério da Educação e Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (FNDE), no valor de R$ 34 milhões. Os recursos já estão garantidos e o prefeito Firmino Filho ordenou o início da licitação das sete novas primeiras unidades.

Segundo o secretário municipal de Educação, Kléber Montezuma, Teresina tem como meta a universalização do ensino entre crianças de até cinco anos e a Prefeitura tem buscado investir tanto na expansão de unidades como na qualidade do ensino. "O prefeito já liberou para licitarmos as sete primeiras e próxima semana assinará a liberação das outras 10. Temos atualmente em construção sete escolas. Com isso, estamos ampliando a oferta de vagas para crianças de dois e três anos. Com essas escolas que serão construídas, ampliaremos para mais de 6 mil novas crianças matriculadas e em sala de aula", afirma o gestor.

Além da expansão da rede municipal, a Prefeitura vem investindo na qualidade do ensino. Professores qualificados e material didático a disposição do projeto pedagógico estão sendo indispensáveis para que os alunos consigam ser alfabetizados antes dos 8 anos. Essa é a meta estabelecida pelo Ministério da Educação. Porém, Teresina vem conseguindo antecipar para 7 anos e a meta é baixar ainda mais, para 6 anos.

"Esse avanço não tem a ver apenas com a quantidade, mas com a qualidade do ensino. A nossa educação não tem medo de ser avaliada porque avaliação é instrumento de crescimento. A verdadeira magia é quando o professor, na sala de aula, olha nos olhos do aluno e percebe que o brilho está diferente. As crianças tem um potencial milhões de vezes maior quando nessa idade de 4 e 5 anos. Então, precisamos aproveitar esse potencial para deixar essas janelas abertas para o resto da vida delas", defende Firmino Filho.

Fonte: Assessoria de Imprensa PMT