Comunidade da zona rural recebe sistema de abastecimento de água

Quase 500 famílias serão beneficiadas.

Os moradores do povoado Baixão Tamboril, na zona rural, receberam hoje (08), sistema de abastecimento de água. A obra foi realizada com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento - PAC - através de convênio entre a Prefeitura de Teresina e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

O sistema de 50 mil litros e com 19 mil metros de rede de distribuição irá beneficiar quase 500 famílias da das comunidades de Baixão do Tamboril, Taboquinha e Cacimba Velha.

A solenidade teve início com uma missa em ação de graças e contou com a presença de moradores da região, líderes comunitários, representantes da Câmara Municipal, do presidente da Funasa, Evaldo Ciríaco, gestores estaduais e municipais.

O superintendente da SDR, Paulo Lopes, disse que outras comunidades receberão o mesmo tipo de sistema. “Nossa missão é dar melhores condições de vida a quem precisa. Outras 6 comunidades serão beneficiadas com o esse mesmo tipo de sistemas. Hoje, em Teresina, temos uma zona rural com características urbanas, o que mostra que a cidade tem crescido significativamente. É dessa forma que trabalhamos, viemos para servir”, frisou.

O presidente da associação de moradores, Francisco das Chagas, agradeceu e fez um alerta à população. “Estamos recebendo um benefício muito grande que é a água. Espero que todos façam bom uso”, lembrou.

Firmino Filho destacou que essa é uma das melhorias que estão sendo entregues durante as comemorações do aniversário de 163 anos de Teresina. “Este é um mês especial e temos uma série de obras e serviços em todas as áreas para os teresinenses. A parceria com a Funasa permitiu que fosse feito o investimento de mais de um milhão de reais na construção desse sistema de abastecimento, juntos trabalhamos pelos interesses da população. A Prefeitura irá entregar outros benefícios nos próximos dias. As equipes estão trabalhando para que a água chegue a todas as comunidades da zona rural, e todos devem fazer o uso racional desse bem”, finalizou.

Fonte: Assessoria de Imprensa PMT