Prefeitura realiza mutirão para acompanhamento do Bolsa Família

A ação que terá continuidade nessa quarta-feira (28).

Para continuar tendo o direito de receber o benefício do Programa Bolsa Família as pessoas em perfil de condicionalidades devem manter atualizados os dados referentes a saúde e educação. E para realizar o acompanhamento referente a saúde, a Prefeitura de Teresina através da Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e de Assistência Social (Semtcas), em parceria com a Fundação Municipal de Saúde (FMS), iniciou nesta terça-feira (27), um mutirão no clube do River para atender as famílias do Residencial Wall Ferraz, zona Sul da capital.

A ação que terá continuidade nessa quarta-feira (28), ainda no clube do River, será realizada também no dia 4 de novembro, no Residencial Pedro Balzi, na Creche CMEI, e no dia 05 na Taboca do Pau Ferrado, sendo realizado na Unidade Básica de Saúde da área. Os serviços estarão disponíveis a comunidade sempre no horário de 8 às 12hs.

Na área da saúde, as famílias beneficiárias assumem o compromisso de acompanhar o cartão de vacinação e o crescimento e desenvolvimento das crianças menores de sete anos. As mulheres na faixa de 14 a 44 anos também devem fazer o acompanhamento e, se gestantes ou nutrizes (lactantes), devem realizar o pré-natal e o acompanhamento da sua saúde e do bebê a cada semestre.

“O Programa Bolsa Família por meio do acompanhamento das condicionalidades visa promover o acesso dos beneficiários a direitos básicos como a saúde, objetivando contribuir para o desenvolvimento saudável de crianças e adolescentes com também para o processo gestacional, além de garantir o recebimento do benefício”, esclarece a Gerente de Renda Mínima e Benefícios, Luiza de Marilac.

A Prefeitura de Teresina realiza os mutirões em áreas que não recebem a cobertura de Equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF), levando os atendimentos necessários para que as famílias possam cumprir as condicionalidades propostas pelo programa Bolsa Família. Para serem atendidas estas famílias devem levar o cartão do Bolsa Família e o cartão de vacinação da criança. As demais famílias podem se direcionar à Unidade Básica de Saúde (UBS), mais próxima de sua residência.

Para a dona de casa, Francisca das Chagas Moreira, 31 anos, mãe de 7 filhos, a ação é muito importante, pois facilita o acesso da comunidade aos serviços, garantindo assim o recebimento do benefício. "É uma boa ideia reunir os profissionais para solucionar os problemas que estão ocorrendo com a falta de atualização no Programa Bolsa Família. E nós não queremos perder esse benefício. Então, precisamos atualizar de seis em seis meses ", afirma. 

Em Teresina, das 69.852 famílias que são beneficiárias do programa, 53.083 estão no perfil de acompanhamento de condicionalidades, mas apenas 5.245 realizaram o acompanhamento. Assim, mais de 47 mil famílias de Teresina que são beneficiárias do Programa Bolsa Família correm o risco de terem o pagamento do benefício suspenso.

Fonte: Assessoria de Imprensa PMT