Em apenas um mês, Banco Popular financiou cerca de meio milhão de reais

Esse montante é resultado de 227 contratos formalizados

Com apenas um mês que deu início às atividades de 2016, o Banco Popular já financiou cerca de R$ 504 mil, resultando no beneficiamento direto de 227 microempreendedores da capital. Isso demonstra a relevância dessa política de microcrédito desenvolvida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest), pasta que fomenta o trabalho dos pequenos produtores da nossa cidade. São duas linhas de empréstimo disponíveis, que financiam capital de giro e máquinas e equipamentos.

Uma das pessoas que buscou a linha de capital de giro para otimizar seu pequeno negócio foi Antonildes Soares, cliente do banco há aproximadamente 8 anos. “Para mim, essa é uma ótima alternativa para melhorar o meu negócio. Os juros são baixos, as parcelas não afetam muito o orçamento, dá para pagar direitinho sem atrasar e já solicitar novamente financiamento”, conta ela, que trabalha no setor de confecções e mantém um ateliê em sua residência, sendo esta a sua única fonte de renda.

Sobre as taxas, o Banco Popular continua mantendo-as abaixo das encontradas no mercado, variando entre 0,5% a 1% ao mês. Tanto para a linha direcionada para capital de giro quanto para máquinas e equipamentos, os juros para os empreendimentos solidários é de 0,5%, para os parcialmente solidários é 0,75% e para os individuais é de apenas 1%.

Na linha de máquinas e equipamentos, os clientes podem solicitar até R$ 7.000,00, sendo 70% deste valor destinado à aquisição do maquinário e 30% para o capital de giro. A carência é de 90 dias. Já na linha destinada somente para capital de giro (ProGiro), o limite do empréstimo varia de R$ 100,00 a R$ 2.500,00, tendo a carência de 45 dias.

Resultados expressam a importância da Economia Solidária

Diante desse levantamento inicial de 2016, o gestor da Semest, Olavo Braz, destaca que isso demonstra a força e importância da pequena produção. “Em uma época de crise, a pequena produção da cidade de Teresina continua sendo um espaço de geração de renda e ocupação da mão de obra. Esse indicativo expressa que a Economia Solidária funciona como uma mola propulsora do ajuste macroeconômico da nossa economia, que tem afetado principalmente as grandes empresas”, aponta o secretário.

Para o gerente do banco, Michel Sena, os resultados são animadores e superam as previsões feitas. “Esperávamos ter resultados positivos, mesmo em mais um ano de recessão econômica. Só não imaginávamos que tantos pequenos empreendedores buscariam as linhas de empréstimo em um curto período”, pontua.

Para este ano, a expectativa é que a quantidade de empréstimos se mantenha semelhante a de 2015, chegando a atingir quase R$ 3 milhões.

Como solicitar empréstimo

Para obter financiamentos através do Banco Popular é fácil. Os interessados devem se dirigir à sede, que fica situado no prédio da Semest, na Avenida Campos Sales, 1292 (Centro), tendo em mãos os seguintes documentos: cópias e originais do RG, CPF, comprovante de residência atualizado em nome do proponente e comprovante de conta bancária. 

Para ingressar com o pedido de microcrédito é necessário também ter um avalista, apresentar comprovante de renda e não tenha restrições no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito). O Banco Popular funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 12h30min.

Fonte: AsCom PMT