Congestionamentos atrasam trânsito no Centro de Teresina

Quem trafega nos horários de pico pelas proximidades da praça Demóstenes Avelino, mais conhecida como Praça do Fripisa, localizada no Centro de Teresina, se depara com um trânsito lento e confuso. A queixa parte tanto de quem está dentro dos carros quanto de quem está dentro dos ônibus do serviço de transporte público da capital, que dizem passar de 15 a 20 minutos no trecho entre a avenida Frei Serafim e a rua Areolino de Abreu, que compreende um trecho de aproximadamente 300 metros.

"Em horário normal, o mesmo percurso é feito em menos de 5 minutos. Mas nesses horários de pico, o tempo triplica e isso ocasiona em atraso nos compromissos", relata o estudante Artur de Carvalho. Os motoristas de ônibus também se queixam do problema. "Hoje, esse é o pior gargalo que nós temos na região central por conta das escolas. Perto delas, o fluxo de carro aumenta e muitos estacionam em locais proibidos, ou trafegam pela faixa exclusiva de ônibus, fazendo com que o motorista tenha que desviar da sua faixa e o passageiro caminha até o meio da rua para conseguir entrar no ônibus", explica Fernando Feijão, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em empresas de Transporte Rodoviário, Sintetro.

RESPOSTA - De acordo com informações da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), a fiscalização na região central da cidade acontece diariamente nos três turnos, e que os agentes notificam os infratores, que estão sujeitos a reboque do veículo. A Strans informa ainda que, por dia, são rebocados em Teresina de 15 a 20 veículos por conta de estacionamento irregular. Ou seja, veículos estacionados em vagas prioritárias e em locais onde há proibição expressa. Os locais próximos às escolas são onde há maior incidência de engarrafamentos e estacionamentos indevidos, o que compromete o fluxo nas ruas e avenidas da região.

MULTAS - Uma multa de trânsito devido a estacionamento irregular pode ter diversos valores, tudo de acordo com o local onde estacionou, e como seu carro foi estacionado, e se tal erro é assim tão grave ou não. As multas são classificadas de maneiras distintas. Na infração gravíssima, o motorista levará 7 pontos na carteira, e o veículo fica sujeito a reboque. A multa é de R$ 191,54 e ocorre por estacionar em: Rodovias; vias de trânsito rápido; vias com acostamento.

Na multa grave serão 5 pontos na carteira, além do veículo sujeito a reboque e ainda pagará multa no valor de R$ 127,69. Ela é aplicada quando estacionar em: viaduto; ponte; dentro do túnel; calçada; canteiro; gramado; jardim ou estacionar em fila dupla.

Na infração média, a multa equivale a 4 pontos na carteira, com valor R$ 85,13 e o veículo fica sujeito à remoção. A multa é aplicada a todos que estacionarem em esquinas a menos de 5 metros. Se o veículo estiver a mais de 1 metro do meio-fio, também é uma infração média.

Já as infrações leves equivalem a 3 pontos na carteira, mais R$ 53,20 de multa e é aplicada em todos os motoristas que estacionem longe do meio-fio. O limite é de 50 cm a 1 metro. Quem trafega na faixa exclusiva de ônibus está sujeito a pagar multa no valor de R$ 574 e acumular 7 pontos na carteira.

Fonte: Diário do Povo do Piauí