Centro de Artes Marciais Sarah Menezes atenderá 500 crianças

Expedito Falcão, coordenador do projeto, acredita que seja possível encontrar novos talentos no judô e taekwondo.

O Centro de Artes Marciais Sarah Menezes, que leva o nome da atleta piauiense medalhista de ouro olímpico, inaugurado ontem (26), começa a funcionar desta terça-feira com a abertura das inscrições de matrículas para 500 alunos nas modalidades de judô e taekwondo. As aulas terão início assim que as primeiras turmas forem formadas, sendo que uma parte das vagas será destinada às crianças de escolas públicas e à comunidade em geral.

O coordenador geral do projeto, Expedito Falcão, destacou que o trabalho para implantar o Centro iniciou assim que a modalidade teve início há três anos e que, através desse espaço, será possível mostrar a competência do esporte piauiense e de formação de grandes atletas.

“A prioridade inicial deste Centro é buscar a inclusão, é mostrar para as crianças a importância das lutas, tanto na parte disciplinar quanto educacional, para que possamos formar grandes cidadãos. Se entre essas crianças tiver atletas talentosos, aí nós iremos enveredá-la para a parte de performance, mas nesse primeiro momento é introduzir o judô e o taekwondo para que elas entendam a filosofia dos esportes de luta”, falou.

Expedito Falcão frisou que o formato do projeto visa integrar os jovens e tornar o Centro um local de referência de lutas, assim como há quadras e campos de futebol na cidade. Tendo um espaço adequado, o coordenador do projeto acredita que seja possível encontrar novos talentos no judô e taekwondo, porém, é preciso trabalhar a parte educacional e posteriormente a performance.

Os atletas de alta performance também treinarão no Centro de Artes Marciais no turno da noite, além de atletas de outras academias e clubes, realizando treinos em conjunto e utilizando a academia do espaço para se exercitar. Com relação à parte estrutural, Expedito Falção pontuou que o local é bastante amplo, arejado e iluminado, excelente para prática esportiva. Entretanto, ele destacou que o espaço será adaptado de acordo com a necessidade dos atletas e treinos.

A judoca Sarah Menezes salientou a importância do Centro para a comunidade, sobretudo para as crianças, que poderão ter a oportunidade de conhecer as modalidades que serão praticadas no local. Ela citou ainda que além de atletas, os jovens se tornarão cidadãos e levarão essa lição para toda a vida.

“Quando eu puder vou estar acompanhando os treinos, conversando, fazendo palestras e dando incentivo para eles crescerem na vida, assim como todos da Associação Expedito Falcão, que querem ver o crescimento dessas crianças. A principal recomendação neste momento é zelar pelo espaço, ter cuidado, fazer as coisas com carinho e amor, respeitar o ambiente e os colegas que estarão aqui também, disciplina e educação”, finalizou Sarah Menezes.

Aline Ketlyn da Silva Amorim, de 11 anos, faz judô há dois anos, e vê no esporte uma importante ferramenta para o futuro. Ela contou que com esse novo espaço o treinamento será ainda mais intenso e produtivo, garantindo assim um bom desempenho, tanto dela quanto de outros atletas. “Para chegar até a faixa amarela eu precisei lutar muito, me esforçar bastante e treinar todos os dias. E eu também preciso conciliar o esporte com o colégio e sempre tendo boas notas. Com esforço e dedicação é possível e que no futuro eu possa ser uma boa professora”, falou.

A avó de Aline Ketlyn, Jaqueline Ferreira Gomes, acrescentou que o projeto tem dado bons resultados para a neta e que com esse novo espaço, mais crianças da comunidade poderão ter acesso ao esporte. “Uma boa estrutura faz com que o atleta desempenhe muito mais e cresça na modalidade, e tendo um local como esse, a expectativa é de que o projeto cresça ainda mais”, concluiu.

Para construção do Centro de Artes Marciais Sarah Menezes foi investido R$ 1.028.103,85, em um local com área de aproximadamente 1.345 m². O centro dispõe de recepção, sala para atendimento de fisioterapia e psicologia, refeitório, depósitos, banheiros adaptados e ambientes para prática de esportes e musculação, todos climatizados. Além disso, a quadra poliesportiva, localizada ao lado do centro e que também será utilizada pelos atletas, passou por revitalização.

Por: Isabela Lopes - Jornal O DIA