Mais de 7 mil alunos participarão de projeto sobre Educação Ambiental

O foco será o combate ao tráfico de animais silvestres e suas zoonoses

A ave símbolo de Teresina, Jandaia Sol, deu nome a um projeto de educação ambiental que deve ser levado para dez escolas municipais, contemplando 7.100 alunos na faixa etária de 7 a 12 anos. O foco será o combate ao tráfico de animais silvestres e suas zoonoses. De autoria da Superintendência do Ibama no Piauí, o projeto será realizado em parceria com município, por meio das pastas de educação e meio ambiente. O lançamento oficial com os órgãos envolvidos aconteceu na manhã de hoje (05) e contou com a presença do prefeito Firmino Filho.

O projeto consiste em habilitar professores da rede pública de ensino de Teresina para atuarem como difusores e multiplicadores nas ações de conscientização, fundamentais ao combate do tráfico de animais silvestres e à prevenção das principais doenças transmitidas por estes animais ao homem. Os educadores contarão com um material didático, composto por gibis, vídeos, cd, chapéus de EVA e joguinhos educativos para sensibilizar seus alunos em sala de aula.

O chefe do executivo municipal considera que essa temática do meio ambiental é essencial, ainda mais quando é voltada para as crianças. “Essa é uma temática fundamental e que precisa ser cada vez mais incorporada nas escolas, daí a importância desse projeto. As questões ligadas ao meio ambiente fazem parte dos desafios do século XXI, dos desafios da cidade, porque é sobre qualidade de vida”, destacou Firmino Filho.

Para o técnico ambiental do Ibama e um dos responsáveis pelo projeto, Fabiano Barbosa, é preciso desconstruir a ideia de quem ama um animal prende-o em uma gaiola. “Precisamos desfazer essa ideia de quem ama um animal prende-o em uma gaiola. Nós não temos fiscais para coibir cada pessoa que faz isso, mas podemos tentar mudar essa realidade através da educação, através dos professores trabalhando isso em sala de aula”, disse.

Segundo o gestor da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semam), Olavo Braz, a realidade nacional é preocupante com o risco iminente de extinção de espécies importantes da nossa fauna, além do número de doenças transmitidas pela aproximação do homem com os animais silvestres ou a invasão e destruição do seu meio natural. 

Das dez escolas selecionadas, oito estão situadas na zona Norte, considerando que essa é a região onde existe a maior quantidade de parques ambientais e áreas verdes da cidade. As outras duas são da região Leste e Sul de Teresina.

PROJETO INCLUI PRÊMIOS PARA ALUNOS E PUBLICAÇÃO DE LIVRO

Todas as intervenções pedagógicas nas escolas pelos professores com o material didático do projeto devem balizar os alunos a produzirem redações e desenhos referentes a essa temática ambiental.

Ao final do projeto, serão selecionadas três redações e três desenhos. Os seis alunos autores desses trabalhos serão premiados com tablets.

Os demais trabalhos dos participantes devem ser utilizados pela escola para realização de exposições, dos quais também serão selecionados 60 para serem publicados no livro Jandaia Sol, ave que dá nome ao projeto através de um decreto municipal de 1999.

A previsão é que o projeto seja executado entre os meses de abril e outubro. O lançamento do livro deve acontecer dia 04 de outubro, Dia Mundial de Proteção aos Animais.

Fonte: Ascom/SEMAM