Prefeitura de Teresina inaugura Espaço Tech para desenvolver negócios na área de tecnologia

Na próxima terça-feira (22), às 10h, a Prefeitura de Teresina inaugura o Espaço Tech, local destinado para a promoção de tecnologia e desenvolvimento econômico de Teresina. O projeto, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), será abrigado na Praça Ocílio Lago, conhecida popularmente como Praça dos Skatistas.

O objetivo é que o lugar seja referência para geração de conhecimento tecnológico, inovação e incubadora de startups. Ele será aberto ao público sendo ponto de encontro para estudantes de vários níveis de ensino para a popularização do ensino de tecnologia.

“A ideia é que a juventude de Teresina tenha espaço referenciado quando pensar em desenvolver suas ideias tecnológicas. É trazer mais oportunidades para que pessoas criativas e que queiram inovar, sejam estimuladas para desenvolver empresas já existentes e as que também irão nascer fruto desse trabalho. A cidade só tem a ganhar”, explica o prefeito Firmino Filho.

O local terá ampla estrutura de laboratório maker para testar ideias, produtos e projetos, espaço de coworking e salas para incubação de empresas, que irá permitir o desenvolvimento de empresas embrionárias que desenvolvem propostas na área de inovação.

O secretário da Semdec, Raul Ferraz, destaca que o Espaço Tech pode influenciar o cenário de Teresina na geração de novos negócios na área de tecnologia. “O espaço será importante para a cidade, pois estará abrindo portas para quem quiser desenvolver suas ideias e transformá-las em negócios. O projeto coloca em evidência o setor que mais gera negócios no mundo todo, que é a tecnologia, movimentando assim esse cenário na nossa capital”, afirmou.

Nessa iniciativa, a Prefeitura de Teresina trabalha em parceria com a empresa Softex, uma Organização Social Civil de Interesse Público (Oscip). A empresa é referência no setor e já desenvolveu projetos semelhantes em outros estados. O Casarão Tech Renato Archer, localizado no Centro Histórico de São Luís (MA), é um exemplo desse trabalho.

Fonte: Ascom/SEMEC