Teatro João Paulo II abre inscrições para Curso de Violão Popular

Inscrições acontecem de forma remota 

Iniciam na próxima segunda-feira (18/01) e seguem até o próximo dia 22 de janeiro as inscrições para o Curso de Violão Popular oferecido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Monsenhor Chaves (FMC). Para evitar aglomerações por conta da pandemia do Covid-19, as aulas serão realizadas de forma remota e para participar basta que os interessados sejam maiores de 10 anos e tenham computador ou celular com acesso à internet.

De acordo com Janara Ribeiro, diretora do Teatro João Paulo II, serão disponibilizadas 30 vagas, sendo todas elas destinadas preferencialmente aos moradores da zona Sudeste de Teresina. Ainda de acordo com a diretora, pessoas de outras regiões também poderão se matricular e entrarão em uma fila de espera para ocuparem as vagas em casos de desistências.

“Por conta da pandemia, o teatro teve que cancelar vários espetáculos, cursos e oficinas e agora vamos trabalhar de forma remota para que a população continue tendo acesso aos nossos serviços”, comenta.

As aulas serão gratuitas e ocorrerão no turno da tarde nos dias de terça-feira e quarta-feira, tendo duração de 90 dias. As matrículas serão feitas apenas pelo telefone através do número (86) 99539-0192, não havendo a necessidade do interessado se dirigir até o teatro.

Além da casa de espetáculos está totalmente ambientada e com capacidade para 290 pessoas e espaço para cadeirantes, o Teatro João Paulo II, localizado na Avenida Joaquim Nelson, no Bairro Parque Ideal, possui salas de aula de dança e teatro, cabines com modernos equipamentos de som e luz e, principalmente, energia positiva que emana dos que lá trabalham e se dedicam à arte de transformar um simples lugar num espaço de possibilidades de crescimento da educação e de uma independência cultural.

Para saber mais sobre o calendário de cursos oferecidos pelo teatro basta acessar o site fcmc.teresina.pi.gov.br ou seguir as redes sociais do teatro e da Fundação Monsenhor Chaves.

Fonte: Ascom / FMCMC