Dia Internacional dos Contadores de História tem programação online

Evento é gratuito para crianças de todas as idades

Para comemorar o Dia Internacional dos Contadores de Histórias, que ocorre neste sábado (20), os grupos Os Tapetes Contadores de Histórias, Narrativas Fluminenses e Caravana da Leitura e do Autor Fluminense - Mediadores de Leituras apresentam vasta programação gratuita online para as crianças de todas as idades, em suas redes sociais.

O objetivo é levar uma mensagem de esperança e alegria às pessoas em suas casas, em meio à pandemia de covid-19. Os eventos têm apoio da Lei Aldir Blanc, dos governos federal e fluminense e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro.

Peraltagens

Coordenada por Warley Goulart, Peraltagens é uma mostra virtual do acervo particular do grupo Os Tapetes Contadores de Histórias. As obras são feitas de tecido e inspiradas em contos do mundo inteiro e em autores renomados, como a imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL) Ana Maria Machado, Carlos Drummond de Andrade, Graciliano Ramos, Ricardo Azevedo e Sérgio Capparelli.

O grupo elaborou vasta programação voltada para toda a família, em especial o público infantojuvenil, que estará disponível a partir de hoje (20), englobando exposição virtual, visitas guiadas, sessões de histórias e oficinas de formação de contadores de histórias. Ao todo, serão realizadas 33 ações virtuais distribuídas pelas redes sociais da Biblioteca Parque Niterói.

Narrativas

Criado pela atriz Daniele Ramalho, o projeto é dividido em duas partes: Maratona Rio das Mil e Uma História: Narrativas Fluminenses e o seminário Contadores de Histórias: Arte, Política e Fomento. A maratona conta com 54 contadores de histórias do Rio de Janeiro, amadores e profissionais, em vídeos de até 15 minutos.

O repertório é recheado de histórias populares dos Irmãos Grimm, histórias africanas, mitologia indígena brasileira e contos das Mil e Uma Noites. Além disso, há versões criadas pelos próprios narradores como Rumpelstilskin da Paraíba, além de clássicos conhecidos como Ali Babá e os 40 Ladrões. A programação será transmitida pelo canal do YouTube Narrativas Fluminenses e conta com a participação de artistas como Bia Bedran e José Mauro Brant.

Caravana

Democratizar o acesso ao livro e à leitura, além de estimular e incentivar crianças de 7 a 14 anos para o contato com autores fluminenses é o objetivo principal do grupo. Serão realizadas ações virtuais, todas gratuitas, que poderão ser acessadas pelas redes sociais da Caravana. O projeto prevê também capacitação para professores e agentes de leitura da Rede de Bibliotecas Comunitárias, pontos de leitura e projetos de incentivo à leitura com a realização de videoaula, conferência virtual e entrega de kits para dez Bibliotecas Comunitárias com equipamentos digitais, e-books, aplicativos e livros impressos, em papel.

A coordenadora-geral do projeto, Benita Prieto, explicou que a iniciativa pretende contribuir para a melhoria da educação e incentivo à leitura, por meio da formação de professores e mediadores de leituras, narrativas de histórias e oficinas literárias. Outra meta é a divulgação dos autores fluminenses e de suas obras junto ao público infantil.

Reporter: Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro