A Cidade

Bandeira de Teresina-PI
Brazão de Teresina-PI
História

A origem de Teresina é ligada diretamente ao Rio Poti. Às margens desse rio havia um povoado, que depois seria elevado à condição de Nova Vila (do Poti ou Poti velho). Essencialmente formada por pescadores e pequenos comerciantes, era cortada por uma estrada que ligava Oeiras, então capital da Província do Piauí, a Parnaíba, um dos mais prósperos centros do estado. Esse povoado corresponde hoje ao bairro do Poti Velho, que embora tenha surgido mais de 100 anos antes do que a capital, só foi anexado a mesma em meados do século XX. Hoje, apesar da grande e profunda mudança em sua paisagem, o bairro ainda preserva seus costumes e suas tradições. Hoje é considerado o bairro mais velho da capital, porém o marco e a data de fundação da cidade são atribuídos a fundação do atual centro da capital13

Uma das primeiras construções de Teresina foi a Igreja de Nossa Senhora do Amparo, localizada no Centro da Capital, o que mostra a verdadeira devoção religiosa do povo da antiga vila. A cidade já nasceu, ou seja, foi fundada, em 1852, com o objetivo de tornar-se capital da Província do Piauí, totalmente planejada pelo Conselheiro José Antônio Saraiva, sendo, portanto, oficialmente a primeira capital planejada do Brasil14 15 .A construção faz parte da atual Praça Marechal Deodoro, onde na fundação da cidade concentrava toda a esfera política do estado, com o prédio da Justiça Federal e do Palácio do Governo (Atual museu do Piauí) e também destacava-se como centro econômico, com a inauguração do mercado velho. Hoje, marco zero da fundação da cidade, a praça possuí ainda o Palácio da Cidade(Antiga escola normal) e o Mercado central(Mercado velho) do que integrava a sua fundação.

Vale ressaltar que a transferência da capital da Província do Piauí de Oeiras para Teresina realizou-se sob vários protestos da comunidade oeirense, que desejava a todo custo, garantir a permanência da capital naquela cidade. Contudo, apesar da pressão, o Presidente da Província, José Antônio Saraiva, ardoroso defensor das ideias mudancistas, efetiva a transferência da capital. E em 16 de agosto de 1852, dirige circular a todos os Presidentes de Província do Império do Brasilcomunicando o fato, instituindo-a assim, como nova capita da Província

O nome da cidade remete a imperatriz Teresa Cristina Maria de Bourbon, que teria intermediado com o imperador Dom Pedro II a ideia de mudança da capital, e em sua homenagem deu-se o nome da cidade, que é a contração (mistura) das palavras Teresa e Cristina. Tornada capital, Teresina passou por um crescimento bastante acentuado, aumentando de 49 para cerca de 8 mil habitantes em duas décadas. Essa foi a primeira cidade do Brasil construída em traçado geométrico. Ela não nasceu de forma espontânea, mas de modo artificial. Saraiva, pessoalmente, tomou as primeiras providências: planejou tudo, juntamente com o mestre-de-obras português João Isidoro França, com o cuidado de estabelecer logradouros em linhas paralelas, simetricamente dispostas, todas partindo do Rio Parnaíba, rumo ao Rio Poti, principais fontes de água da cidade, até hoje.

No ano de 1860, a nova capital já contava com uma área urbanizada de um quilômetro de extensão na direção norte-sul, com os seguintes confrontos: de um lado o largo do quartel do Batalhão (atual Estádio Lindolfo Monteiro) e do outro o "Barrocão" (atual Avenida José dos Santos e Silva). Na direção leste-oeste o desenvolvimento não ganhou a mesma intensidade. Tomando-se como base o lado do Parnaíba, as ruas findavam a algumas dezenas de metros acima das duas principais praças, a da Constituição, atual Praça Marechal Deodoro da Fonseca (que anteriormente também denominou-se Praça do Palácio e Largo do Amparo), e a do Largo do Saraiva (atualmente Praça Saraiva). Para o lado do Poti, nem todas as ruas chegavam ao rio. A Rua Grande, atual Rua Álvaro Mendes, uma das principais ruas da nova capital teve um papel significante no desenvolvimento da nova cidade.

Teresina é conhecida por Cidade Verde, codinome dado pelo escritor maranhense Coelho Neto, em virtude de ter ruas e avenidas entremeadas de árvores. É um Município em fase de crescimento e, atualmente, possui uma área de 1.673 km² e uma população de 861.442 habitantes, conforme IBGE/2018. É uma das mais prósperas cidades brasileiras, destacando-se atualmente no setor de eventos, congressos, indústria têxtil, com uma Justiça trabalhista célere e centro médico da região.

Outros comentam que a criação da capital Teresina teria sido uma medida político-estratégica, sob o fato de que a cidade de Caxias, do estado vizinho do Maranhão, estava ameaçando a hegemonia da região norte do estado do Piauí, tendo então o conselheiro transferido a capital para resolver a questão da centralização no estado.

Teresina foi a primeira capital do Brasil especificamente planejada para substituir outra já existente; as outras são Aracaju (1855), Belo Horizonte (1894), Goiânia (1933),Brasília (1960), e Palmas (1989). Todavia, convém ressaltar, que os núcleos fundacionais das cidades de Salvador (1549), São Luís (1612) e Recife (Mauritsstadt - 1637) também foram projetados. Ainda assim, os traçados de Salvador e Mauritsstadt tinham uma malha reticulada flexível e tais cidades não foram projetadas para substituir outras Capitais já existentes.

Nos primeiros anos após a sua fundação, Teresina experimentou um crescimento - principalmente, populacional e estrutural - em um ritmo bem acelerado. A população passou de 49 habitantes a um número próximo de 20 mil, em apenas 20 anos. O principal motivo do desenvolvimento acelerado é a extração da borracha de maniçoba e da cera de carnaúba. Teresina também começou a ganhar postura estrutural de uma capital. Além da entrega da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo, ainda no mesmo ano da fundação da cidade, Teresina ganhou o teatro “Santa Teresinha” em 1858. Em 1867, a Igreja de Nossa Senhora das Dores – depois elevada a Catedral – é concluída e, no mesmo ano, a cidade ganhou seu primeiro sistema de iluminação pública, dispondo de seis combustores de querosene sobre postes de madeira, ampliado em 1882. Em 1886, é inaugurada a Igreja de São Benedito.

HINO DE TERESINA - PI

Autores:
Letra: Prof. Cinéas Santos
Música: Erisvaldo Borges
Intérpretre: Myrian Eduardo
Violonista: Erisvaldo Borges.

Risonha entre dois rios que te abraçam,
rebrilhas sob o sol do equador;
és terra promissora, onde se lançam
sementes de um porvir pleno de amor.

Do verde exuberante que te veste,
ao sol que doura a pele à tua gente,
refulges, cristalina, em chão agreste;
lírio orvalhado, resplandente.

(refrão)

"Verde que te quero verde!"
Verde que te quero glória,
ver-te que quero altiva
como um grito de vitória

O nome da rainha, altivo e nobre,
realça a faceirice nordestina
na graça jovial que te recobre
Teresa, eternizada TERESINA!

Cidade Generosa - a tez morena
um povo honrado, alegre, acolhedor;
a vida no teu seio é mais amena,
na doce calidez do teu amor

(refrão)

Teresina, eterno raio de sol;
manhã de claro azul no céu de anil;
és fruto do labor da gente simples,
humilde entre os humildes do Brasil!

(refrão)

Link do Hino de Teresina: https://youtu.be/G6Vbg5g69ho

Firmino é empossado e estabelece prioridades para nova gestão

Firmino elegeu Educação, Saúde e Mobilidade Urbana como principais desafios para a gestão

Firmino Filho e Luiz Júnior foram foram empossados no início da noite deste domingo (1) prefeito e vice-prefeito de Teresina. Na solenidade realizada na Câmara dos Vereadores, Firmino elegeu Educação, Saúde e Mobilidade Urbana como principais desafios para a gestão que se estende até 2020.

"Na educação, vamos iniciar a adoção gradativa das escolas de tempo integral e buscar universalizar a educação infantil. Na saúde, o objetivo é fortalecer a atenção básica. Outra prioridade é o novo sistema de transporte coletivo", comentou. 

Aos 53 anos, Firmino reconheceu que o trabalho não será fácil, mas garantiu que trabalhará para justificar os votos recebidos na eleição de 2016. "Hoje renovamos a aliança entre a cidade e um modelo de gestão. Vamos trabalhar muito. E o primeiro grande desafio é a crise econômica. Teresina não pode ficar como alguns estão sofrendo", observou. 

A posse de Firmino e Júnior aconteceu após a posse dos 29 vereadores de Teresina. Desses, cinco vão compor o secretariado: Ricardo Bandeira (Economia Solidária), Aluísio Sampaio (Desenvolvimento Econômico), Zé Filho (Juventude), Pastor Levino (Eturb) e Evandro Hidd (SDU Sudeste). Os secretários serão empossados na manhã de segunda-feira (2).